19 de Fevereiro de 2009

 

                Em primeiro lugar, este é um dos métodos possíveis, isto é, não é único mas foi o que utilizamos e o mais simples.
 
Material:
·         Fígado de bovino (fresco, de preferência);
·         Fio de nylon;
·         Rede de limpeza de aquários.
 
Procedimento:
A primeira etapa é, sem dúvida, a escolha de um local adequado. O rio ou qualquer curso de água não poderá ter muita corrente, pois, neste caso, as planárias são arrastadas. Outro aspecto a ter em conta será os níveis de poluição do mesmo. Apesar de estes vermes viverem em ambientes um pouco “sujos”, estes não serão encontrados em locais muito poluídos.
Quanto ao procedimento propriamente dito, começa-se por cortar o fígado em pequenos pedaços. De seguida, enrola-se um pedaço no fio, certificando-se que este fica bem preso. Depois de encontrado um local que contenha alguns ramos, folhas e fragmentos de rochas sendo este o escolhido para o seu habitat. É necessário esperar algum tempo para que estas sintam o “odor” da carne e para que este se espalhe pela zona. Como o odor se espalha naturalmente, é normal que surjam outros predadores que não os pretendidos.
Depois de alguma espera passa-se a rede nas imediações da carne para verificar se os resultados pretendidos foram obtidos.
 
Na nossa primeira tentativa não obtivemos os resultados que pretendíamos obter, mas suspeitamos que a causa deste “falhanço” tenha sido a escolha do local, devido a ser um curso de água com alguma corrente.  
publicado por planarias às 12:43

Anónimo:
super 10
24 de Junho de 2012 às 22:12

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28


arquivos
2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO